Número total de visualizações de página

sexta-feira, junho 29, 2012

quinta-feira, junho 28, 2012

...a minha escolha...

ESCOLHE POR TI 


Já reparaste na força que tem uma escolha? 

Quando uma pessoa escolhe por si, por quem é, porque quer consolidar o ser.

Quando a pessoa escolhe por si, pela luz que tem, não há consequência que a abale.

Não há percalço que a desmobilize. E porque essa escolha vem de dentro, das profundezas da essência, tem uma força avassaladora. 
E cria auto-estima. Cria amor-próprio, auto-construção.

Cria energia para mais e mais escolhas. E quando a energia de escolha se liberta, cria um movimento ondulatório em direcção ao Universo. Universo esse que devolve, em forma de abundância, uma energia calma e pacificadora.

 E o ser encandeia de tanta luz. 

E o céu fica mais rico a cada dia quepassa. Essa é a força da escolha. A força de fazer crescer o Universo. 



Jesus

quinta-feira, junho 21, 2012

sexta-feira, junho 15, 2012

quarta-feira, junho 13, 2012

Dia de Sto.antónio

oh meu rico Santo Antoninho...


Agora, vamos a uma simpatia para que você encontre um amor para a sua vida!
Simpatia para encontrar um amor
Ingredientes:
- 2 alianças douradas, pode ser bijouteria.
- 2 fitas de seda vermelha.
- 2 pingentes de coração dourado – biju.
- perfume de sua preferência.
- 2 velas vermelhas.
- 2 rosas vermelhas.
- 1 litro de água.
Preparo: Ferva a água. Em seguida, coloque as pétalas das duas rosas, deixando apenas uma pétala para a finalização da simpatia. Posteriormente, borrife um pouco de perfume na água do banho. Deixe amornar e coe.
Após o banho higiênico, tome o banho de pétalas de rosa do pescoço para baixo, não enxague nem enxugue, deixe secar naturalmente. Em seguida, vista roupa de cor clara logo após o banho e inicie a segunda fase da simpatia.
Coloque as velas em um prato branco, deixe-as distante uma da outra para que elas apenas se queimem. Se você tiver o nome da pessoa, escreva-o em um papel branco e coloque embaixo da vela. Se não tiver ninguém, apenas mentalize a atração de um amor para você.
Próximo ao prato, estenda o pano vermelho, pegue a fita e amarre as alianças dando sete nós. Depois com a outra fita, amarre os dois corações também dando sete nós.
Coloque a pétala junto com as alianças e os corações.  Borrife o perfume sem dar nós. Feche o pano e coloque em uma gaveta que ninguém mexa por sete dias e diga:
Que Exu abra meus caminhos no amor e me ajude a encontrar a verdadeira paixão de minha vida. Estou aqui com meu peito aberto a sua benção e peço que afaste de mim a solidão e os relacionamentos complicados, trazendo-me somente as bênçãos de um relacionamento leal e sério”.
Ao final, não se esqueça de devolver as pétalas junto à natureza!
Laroiê Exu!!! Viva Santo Antônio!!!

Por Mim e Por Ti


POR MIM 

Esse é o teu amor por mim. Quando te olhas todas as manhãs, e tentas novamente aceitar-te. Esse é o teu amor por mim. Quando te alimentas
adequadamente para o teu corpo não adoecer. Esse é o teu amor por mim. Quando te ofereces pequenos presentes. Porque tu mereces. Porque eu mereço que tu mereças. 

Quando alcanças a maioridade do ser. Quando me alcanças nas alturas.
Quando me sonhas, me sorris. Esse é o teu amor por mim. Não quero que
escrevas. Só quero que sintas, que sintas esse amor por mim (o amor que
tens por mim). 

Cada lagoa que olhas, olhas por mim. Cada pôr-do-sol, cada estrela cadente que contemplas, dás-me um pouquinho desse prazer. Cada memória que tens, tem-na por mim. Fá-lo por mim. Cada ser humano que abraças, cada olhar que tocas, fá-lo por mim. Ama por mim. 

Não posso estar aí, mas sinto a matéria por cada um de vocês, por cada ser humano que honra o que sente. Que vê o seu coração voar de encontro às alturas. Cada vez que te apaixonares, fá-lo por mim. Cada vez que utilizares a minha luz para amar, contemplar e viver, vais sentir-te mais, vais dar mais e vais unificar o céu e a terra por força da nossa união. 


Jesus


terça-feira, junho 12, 2012

segunda-feira, junho 11, 2012

...aqui estou escondida...perdida...

Poema Inacabado

Escondi-me lá onde a lua não chega
e o vento não sopra.
Onde não encontro sorrisos e palavras envolventes,
lá onde a saudade mora e a tristeza impera.
Escondi-me…
Escondi-me simplesmente do mundo,
Mergulhei numa dor contida neste oceano profundo,
onde palavras sem força sem perdem entre os dedos
como se fossem areia.
Num ténue véu de sentimentos que me abraça,
onde correm rios de lágrimas de saudade.
Onde visto a tristeza a tristeza de um manto de dor.
Perdida… na negrura da noite onde os meus olhos
não têm luz e já nada encontram.
Perdida.
Lá, onde me falta a mão que me guia e a voz que me fala.
Perdida em ti…
Nas tuas palavras e no teu abraço que silenciosamente
me davas na distância.
Perdida…
Entre as letras soltas que não consigo juntar,
entre nós tecidos que morreram em frases não escritas.
Simplesmente perdida entre palavras soltas e sem sentido
neste poema inacabado…


Nina M.

sábado, junho 09, 2012

...arriscando...





 Nossas dúvidas são traidoras e nos fazem perder o que, com freqüência, poderíamos ganhar, por simples medo de arriscar.





William Shakespeare

quarta-feira, junho 06, 2012

...percebo?!...



PERCEBE 


Podes não saber, mas a situação que estás a viver segue um padrão.
Tem uma frequência vibratória. Tem um timbre energético. Percebe isso.
Independentemente de quem te colocou nessa situação ou se foste tu
próprio que provocaste. Independentemente de te terem feito mal ou de
tu teres feito mal a alguém. Independentemente de te ter feito sofrer,
a ti ou a outras pessoas.

Independentemente de tudo, percebe que essa situação não é única na tua
vida e que a emoção que ela despoleta não te é desconhecida. Podes não
ter vivido nesta vida essa situação em particular, mas com certeza já
viveste outras situações com o mesmo peso emocional. Isso que estás a
sentir agora, independentemente de tudo, de quem provocou, de como ou
quando, independentemente de qualquer questão externa ao teu peito, isso
que estás a sentir agora é-te conhecido. Mais do que te ser conhecido, é teu.

É uma emoção da tua alma, uma densidade que ainda não está resolvida e
que de vez em quando vem à tona para que possas perceber que ainda não
está resolvida. Por isso, pára de focalizar a tua atenção para fora de ti próprio.
Vai buscar essa emoção tão conhecida. Esquece as pessoas. Esquece as
coisas. As circunstâncias. Centra-te no teu peito. Centra-te e puxa essa
emoção. Puxa. Sente. Sente.

E quando esse sentir tomar conta de ti, por teres decidido aceitar que é teu,
que te pertence, nessa altura e só nessa altura chega a hora de tirar. De te
desfazeres dele. Percebe uma coisa: Nunca vais poder desfazer-te de algo que
não aceites ser teu. E este é um conceito que deverás levar até ao fim da tua
vida.

Primeiro aceita que é teu. Depois retira. «E como se retira?», perguntas tu. E
eu respondo. Prescinde dessa emoção. Considera que é tua, mas não desta
vida, que vem de tempos passados e que já não está aí a fazer nada.
Prescinde. Percebe que já não precisas dessa emoção para seres quem és.
Essa emoção não é criativa, não é positiva.

E hoje, no teu peito, só poderão caber emoções positivas, construtivas e que
façam avançar a tua alma no sentido da evolução. Prescinde do que estás a
sentir. Pára de achar que os outros é que te puseram nesse estado. Percebe
que és tu que te pões nesse estado a cada vez que olhas para os outros como
se eles fossem os maus da fita. Percebe isso, e estarás cada vez mais perto
da verdade.


Jesus

terça-feira, junho 05, 2012

sexta-feira, junho 01, 2012

" SOU COMO UM LIVRO"

" SOU COMO UM LIVRO"

Há quem me interprete pela capa.
Há quem me ame apenas por ela .
Há quem nunca tentou .
Há quem alguém me quis ler .
Há quem nunca se lhe interessou .
Há quem leu e não gostou.
Há quem leu e se apaixonou.
Há quem apenas buscou em mim palavras de consolo.
Há quem só perceba teoria e objectividade .
Mas, tal como livro , sempre trago algo de bom de mim....