Número total de visualizações de página

domingo, maio 22, 2016

...há lá "colinho" melhor que o Meu ?!..., nnnaaammm

O COLO

A questão é que uma das coisas que vimos fazer à Terra, paralelamente a "sermos quem somos", é "dar-nos colo", isto é, completarmo-nos a nível energético. Não precisar ou não depender do colo da mãe, do colo do pai, do colo dos amigos ou do colo dos parceiros. E este conceito de que as pessoas têm que se dar colo, isto é, têm que se dar amor, proteção e aceitação a si próprios, é uma das coisas mais difíceis de alcançar.
Porque somos educados a depender, a projetar as nossas necessidades nos outros. Projetamos tudo fora de nós próprios. Cobramos aos outros esse colo que ainda não compreendemos que temos que aprender a dar a nós próprios. E como a vida é mágica, é infinitamente inteligente, não deixa que isso aconteça. Não conseguimos encontrar a verdadeira sensação de colo nem na mãe, nem na família, nem nos amigos, nem em lado nenhum.
Porquê, Jesus? perguntei um dia...
Porque o colo que vocês conhecem é o colo do Céu. É o colo infinito e incondicional. Mesmo que a vossa mãe dê muito colo, nunca terão a sensação de absoluto. E essa sensação de absoluto não existe aí em baixo porque a vida pede Conexão, a vida pede que vocês se liguem cá acima, ao Céu. E realmente ligar-se ao Céu é a forma mais forte de aprender a dar colo a si próprio. Abre o teu canal, sobe, e vem buscar colo ao Céu. Vem buscar o mesmo colo que tinhas entre vidas. É por isso que as pessoas que meditam são tão tranquilas, são tão calmas. Porque esse vazio emocional do amor, aceitação e proteção, quando vocês vêm cá acima em Meditação começa a ser colmatado.
in "Conexão - O que Jesus me ensinou"..

terça-feira, maio 17, 2016

...Filhotinha 30 Primaveras 16/05/2016...


16/05/1986...16/05/2016





...ui ui, ai ai tantas dores ai Mãezinha que eu não aguento, mas aguentei e não sei onde fui buscar tanta força mas consegui! Mãe a "nossa" Menina Nasceu!
O Dia mais Feliz da minha vida...obrigado Mãe obrigado Filha...

quinta-feira, maio 05, 2016

...Colo...MEDITANDO...


O COLO
Todos nós, quando ainda estamos lá em cima, entre vidas, antes de encarnar, estamos a vibrar pela frequência do Grande Colo. Colo é uma frequência difícil de explicar porque é um misto de Amor Incondicional, Protecção, aceitação e não julgamento. E essa sensação de colo, juntamente com o Amor Incondicional, é a primeira coisa que a criança quando nasce quer, exige, porque está habituada, porque é o que ela conhece.
A questão é que uma das coisas que vimos fazer à Terra, paralelamente a "sermos quem somos", é "dar-nos colo", isto é, completarmo-nos a nível energético. Não precisar ou não depender do colo da mãe, do colo do pai, do colo dos amigos ou do colo dos parceiros. E este conceito de que as pessoas têm que se dar colo, isto é, têm que se dar amor, proteção e aceitação a si próprios, é uma das coisas mais difíceis de alcançar.
Porque somos educados a depender, a projetar as nossas necessidades nos outros. Projetamos tudo fora de nós próprios. Cobramos aos outros esse colo que ainda não compreendemos que temos que aprender a dar a nós próprios. E como a vida é mágica, é infinitamente inteligente, não deixa que isso aconteça. Não conseguimos encontrar a verdadeira sensação de colo nem na mãe, nem na família, nem nos amigos, nem em lado nenhum.
Porquê, Jesus? perguntei um dia...
Porque o colo que vocês conhecem é o colo do Céu. É o colo infinito e incondicional. Mesmo que a vossa mãe dê muito colo, nunca terão a sensação de absoluto. E essa sensação de absoluto não existe aí em baixo porque a vida pede Conexão, a vida pede que vocês se liguem cá acima, ao Céu. E realmente ligar-se ao Céu é a forma mais forte de aprender a dar colo a si próprio. Abre o teu canal, sobe, e vem buscar colo ao Céu. Vem buscar o mesmo colo que tinhas entre vidas. É por isso que as pessoas que meditam são tão tranquilas, são tão calmas. Porque esse vazio emocional do amor, aceitação e proteção, quando vocês vêm cá acima em Meditação começa a ser colmatado.
in "Conexão - O que Jesus me ensinou"

quinta-feira, março 17, 2016

...impressionante e verdadeiro...

...impressionante e verdadeiro...

17 de Março de 2015 às 10:28
LIGAÇÕES ENERGÉTICAS 

Tudo o que fazes traz uma consequência. Tudo o que ages traz uma consequência. Por mais ingénua que seja a acção que pratiques, a consequência não tardará a chegar. Por mais ínfimo que seja o desvio, há sempre que voltar a harmonizá-lo. 

O Universo é energeticamente perfeito. Tudo neste preciso momento está onde deveria estar – para cumprir a missão a que foi destinado. Quando o homem mexe no estado natural das coisas está a desarmonizar o «não-desarmonizável». O que é que eu quero dizer com isto? Que, por mais que não queiras, o que saiu do lugar terá de voltar a ser colocado lá. Inexoravelmente. 

Por isso, quando fizeres algo de mal a alguém por mais simples e pequeno que seja, pensa que irás, mais cedo ou mais tarde, vivenciar o que essa pessoa vivenciou, para rearmonizar esse eixo de emoções: Fazer mal – sentir o mal. Mesmo quando fazes as coisas pretensamente a brincar, quando gozas com alguém, com alguma minoria, pensa que hás-de estar naquele lugar, a ser gozado, mais cedo ou mais tarde. A natureza nunca falha. 

Por isso olha para as ligações energéticas que te prendem às pessoas às quais fizeste mal, ou às coisas menos agradáveis que provocaste. Se for possível recuperar, corre. Vai rearmonizar tu próprio antes que a vida te envie uma situação desagradável em forma de rearmonização. Se não der para recuperar, tenta espalhar amor e luz à tua volta, para que a energia circundante reconheça que mudaste e te poupe da volta dos acontecimentos. 


Jesus 

segunda-feira, março 14, 2016

...adeus Nicolau...;-(

...ultimamente tenho "sentido" que realmente tenho 54 anos!...entre outras coisas sinto que estão a morrer este ano pessoas que me faziam rir e que eu "acho" que ainda são Novas para morrer...e hoje foi mais um, desta vez calhou a Nicolau Breyner com 75 anos eu não lhe dava mais que 60 anos...


quinta-feira, fevereiro 18, 2016

...medo???


TENS MEDO 

Tu queres, mas tens medo. Por um lado queres, por outro, tens medo. Tens medo do risco, tens medo do mergulho rumo ao desconhecido. O que deves fazer, então? Primeiro que tudo: Perceber porque é que queres. Porque é que tens necessidade de que este desejo se concretize. É porque queres ser aceite? É para te sentires mais seguro? É para seres mais feliz? Para fazeres desaparecer essa insatisfação? 

Pensa: não há nada que venha de fora que te possa trazer felicidade plena. O segredo é: sempre que desejares fazer algo porque te sentes mal, arranja maneira de te sentires bem. Arranja forma de ficares melhor. Medita, faz terapia, vem cá acima, chora, faz qualquer coisa para internamente te sentires bem. 

Depois… depois que tiveres melhorado, que te sentires equilibrado e feliz, pensa: «Ainda quero avançar com esta questão?» Nessa altura já escolheste. Se a resposta for negativa é porque o que tu querias era uma acção de fora para melhorar internamente. É claro que não ia resultar, pois estavas a fugir, não irias ao fundo da questão. 

Ao obrigares-te a ficar bem com meditação, interiorização, o que quer que seja, estás a validar um dos mais altos preceitos do céu. Tudo se cura de dentro para fora, do interior para o exterior, e não o contrário. Se a resposta for «não», livraste-te de uma acção estéril, que não iria servir-te para nada, a não ser para fazer-te perder tempo. 

Mas se a resposta for «sim», se, apesar de já estares bem, ainda desejas avançar, aí o caso muda de figura. Trata-se de uma intuição. Trata-se de uma comunicação com o céu. Trata-se de algo que confere com a tua energia original. Podes avançar, pois por mais difícil que seja essa jornada, ela nunca te afastará do teu caminho original, pelo contrário, irá participar no enriquecimento da tua vida interior. 


Jesus