Número total de visualizações de página

domingo, maio 22, 2016

...há lá "colinho" melhor que o Meu ?!..., nnnaaammm

O COLO

A questão é que uma das coisas que vimos fazer à Terra, paralelamente a "sermos quem somos", é "dar-nos colo", isto é, completarmo-nos a nível energético. Não precisar ou não depender do colo da mãe, do colo do pai, do colo dos amigos ou do colo dos parceiros. E este conceito de que as pessoas têm que se dar colo, isto é, têm que se dar amor, proteção e aceitação a si próprios, é uma das coisas mais difíceis de alcançar.
Porque somos educados a depender, a projetar as nossas necessidades nos outros. Projetamos tudo fora de nós próprios. Cobramos aos outros esse colo que ainda não compreendemos que temos que aprender a dar a nós próprios. E como a vida é mágica, é infinitamente inteligente, não deixa que isso aconteça. Não conseguimos encontrar a verdadeira sensação de colo nem na mãe, nem na família, nem nos amigos, nem em lado nenhum.
Porquê, Jesus? perguntei um dia...
Porque o colo que vocês conhecem é o colo do Céu. É o colo infinito e incondicional. Mesmo que a vossa mãe dê muito colo, nunca terão a sensação de absoluto. E essa sensação de absoluto não existe aí em baixo porque a vida pede Conexão, a vida pede que vocês se liguem cá acima, ao Céu. E realmente ligar-se ao Céu é a forma mais forte de aprender a dar colo a si próprio. Abre o teu canal, sobe, e vem buscar colo ao Céu. Vem buscar o mesmo colo que tinhas entre vidas. É por isso que as pessoas que meditam são tão tranquilas, são tão calmas. Porque esse vazio emocional do amor, aceitação e proteção, quando vocês vêm cá acima em Meditação começa a ser colmatado.
in "Conexão - O que Jesus me ensinou"..

Sem comentários: